Domingo, 18 de Março de 2007

Ás vezes

JG

O que desejei às vezes
 
O que desejei às vezes 
Diante do teu olhar, 
Diante da tua boca! 

Quase que choro de pena 
Medindo aquela ansiedade 
Pela de hoje - que é tão pouca! 
Tão pouca que nem existe! 

De tudo quanto nós fomos, 
Apenas sei que sou triste. 



António Botto

publicado por agregando às 23:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. TEMPOS PASSADOS

. NASCEU

. ...

. REGRESSO

. ...

. CORAÇÃO/AUSÊNCIA

. ...

. DOR

. SENSAÇÕES

. PARA.......

.arquivos

.As minhas preferências

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds